Agito do local

Photobucket

Cidade do meu coração

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Pensamentos


Cronologia perdida

Perfura minha mente ardor intenso
Amarga poeira de tempos mórbidos

Suave cronologia de aroma inebriante
Frio recipiente de saudades inalcançáveis

A tornar-me insensível andrógeno
De incontáveis manias a me dizimar

Rítmicas batidas inexplicáveis
Incontrolável circulo sem fim

Raspas de maturidade a restar
Historicamente criptografando o pressagio

Composto de células e elétrons
Insana peça alem do tempo

Besenidru




Despertar

Morro de meus desalinhos
Fio pardo de ilusões

Desço frio osso e carne ao deserto
Falso alivio alma gélida a despertar

Resgata fluxo de vida etérico
Carinho liso cortando áspera pele

Brota semente de um lindo semblante
Mostra a terra brilho constante

Faz-se a hora tímido porque
Ecoa-se sonora força no espaço

Nasce dor e pranto dentro da casca
Fênix dourada expande rasgando céu

Escuridão,luz,alinho irrompem gritantes
Corta-se a corrente do mundo morto

0 comentários:

Postar um comentário