Agito do local

Photobucket

Cidade do meu coração

domingo, 10 de outubro de 2010

Clouds Across the Moon - Rah Band

17 comentários



























Olhos de estrela


Partindo das profundezas do mar
Até a imensidão de um noturno céu
Cuja lua ilumina toda a composição
Recordo me de antigo cantigo nosso
Tempo sem limite nem regra alguma
Bastava comtemplar você
E eu possuia tudo
Sabe-se assim como é poder voar
Alcançar o infinito, tocar as estrelas
Sentir-se pleno e invulnerável
Assim foi o passado
Cheios de deliciosos contos empolgantes
Agora onde você foi?
Já não posso mais mergulhar em seus olhos
Profundos e encantados oceanos brilhantes
Adeus...
É o ritmar de uma palavra?
Ou a declaração de uma sentença?
De todo jeito se define cruel
Jamais toca-la novamente
Nem mesmo sentir seu perfume ao redor
Apenas podendo me lembrar de você
Minha querida olhos de estrela
Tão distante, tão distante.
Mas sei que vou te encontrar
Independente a distancia
Voarei com minha nave todo cosmo
Mas vou reaver seu brilho
Para ser contigo um novamente
Vou te encontrar

Bem...escrevi essas palavras enquanto ouvia a música mencionada no título. Fiquei encantado com o jeito da mesma, e me veio uma inspiração para atualizar o blog, que há muito não tenho animo de atualizar.
É...eu não to muito legal esses dias...mas vou comentar no blog de todo mundo que passou por aqui, e pretendo atualizar com mais frequencia.

Quem aceitar eu tenho um desafio...
Lendo a letra traduzida da música, eu consegui obter um significado além do que a letra tem a dizer(isso bem filósofano mesmo!). Gostaria de saber qual a opinião de quem passar aqui a respeito. Se alguêm conseguir ter a mesma opinião que eu, vou informar no blog da pessoa, e fico devendo algum favor a mesma(uaaaaaau!!!!)

Bem, é isso, bom domingo a todos, em especial a meus amigos OCP e Brazzzil pelas regulares visitas, e amizade constante, adoro vocês amigos. Desculpem qualquer coisa.

Um grande abraço

Bersebah

CLOUDS ACROSS THE MOON - Tradução

"boa noite. telefonista intergaláctico. posso lhe ajudar?”
“sim. eu estou tentando entrar em contato com comandante p.r. johnson, em marte, vôo
2-4-7”, “muito bem, espere na linha, por favor [chamando] pode falar!”.
“muito obrigado telefonista!”

Verso 1:

Oi amor!' como você está?
Hei amor, você estava dormindo?
Me desculpe, mas eu estava com muita saudades de você!

Amor!' como esta o tempo?
Me diga, melhorou daquele resfriado?
Me desculpe, tem alguém ai com você??

Ponte:

Desde que você foi embora, nada esta dando certo!
Não consigo dormir só à noite... e não tenho vergonha em dizer.
Eu preciso de um amigo ou alguém se não vai ser o fim.

Coro:

Quando eu olho as nuvens atravessando a lua.
Aqui à noite eu só espero e rezo por você.
Que você corra de volta pra casa, pra mim.

Verso 2:

Amor, as crianças dizem que te amam.
Amor está tudo bem contigo?
Me perdoe, mas eu estou tentando não chorar...

Ponte:

Eu já tive um milhão de amantes diferentes ao telefone.
No entanto estou aqui em casa.
Eu não sei se posso agüentar mais esta guerra insana.

Coro

“desculpe interrompermos sua ligação, mas estamos enfrentando condições violentas em uma tempestade de asteróides neste momento. talvez percamos esta conexão, por favor, seja o mais breve possível, obrigado.”

Ponte

Alo... alo... telefonista? "
" sim, perdemos a conexão! você poderia tentar de novo? "
- "me desculpe, mas acho que nós perdemos contato com marte 2-4-7, neste momento”.

Repetição de coro 3 vezes
Enquanto fala:

“ok, muito obrigado”...
Tentarei de novo no próximo ano... no próximo ano... “no próximo ano...”.