Agito do local

Photobucket

Cidade do meu coração

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Minha pequenina!

8 comentários



Eu dedico este post a uma pessoa, com que trabalho no momento, alguem que tive o prazer de conhecer. O nome, e a imagem deixarei no anonimato, postando apenas o desenho para que ela seja identificada(ela saberá que é ela).

Minha pequenina!

Desde o primeiro momento que lhe vislumbrei, que observei seu jeito, que contemplei seu olhar, já percebia o quanto era diferente, e encantadora. O quanto seu jeito era especial.No passar dos dias minha admiração ia crescendo, quanto mais tinha a oportunidade de lhe conhecer, de estar contigo.


Não era alguém que via como mulher, nem tão pouco como uma inocente menina, e não deixava de ser ambas.

Em momentos se demonstrava madura, decidida, inteligente, repleta de sensatez em sua forma simples e prática de ver a vida.

Em outro momento já se mostrou como menina, repleta de sonhos, desejos, anseios, e ações inusitadas, temperadas com seu jeito singelo, e seu tão gostoso sorriso.Porem em ambos era comum sua forma de ver a vida, não tendo receio de sorrir, cantar, e deixar a vida soprar sobre si, aproveitando o que de bom ela tem a proporcionar, sabendo ver a beleza presente em cada situação.


Defino assim uma bonita, e agradável moça de longos e negros cabelos cacheados, cujos brilhantes olhos tom de avelã, e toda sua desenvoltura, me conquistaram.Desde suas delicadas mãos, até a forma de seus lábios, cada detalhe físico também me atraia a atenção a você.


Assim, era prazeroso ver seu sorriso a cada manhã, por diversas vezes almoçar contigo, escutando a contar com alegria as diversas situações do seu dia a dia.Era bom também perceber que me ouvia, respeitava, me olhava com afeto, com carinho, e foi ainda melhor poder, mesmo que por pouco tempo, me envolver mais contigo.


Havia encontrado alguém que contemplava as diversas expressões, pensamentos, e atitudes que sempre busquei em uma mulher, alem de fisicamente contemplar também características que tanto me causavam agrado.Era fantástico lhe sentir, lhe tocar, ou simplesmente lhe observar, estar ao seu lado. Devido a toda essa sensação que me gerava, queria poder lhe proporcionar mais do que imaginei ter conseguido, para lhe causar a mesma agradável sensação que eu contemplava.


Percebi então que havia me apegado demais, pois sentia a necessidade de estar contigo a todo instante, a mantendo sempre em meus pensamentos. Isso me causava incomodo, pois temia suprimir algo tão belo, como o que me proporcionava. Minhas atitudes eram algo que também não estavam sendo agradáveis, percebendo que me preocupava sempre em sentir que tinha o mesmo sentimento que eu.


Devido a tudo isso, fui impelido a expelir as palavras mais dolorosas de nossa curta relação.

Obrigando-me assim a dizer ao “nós” um adeus.

Apesar disso nossa amizade permanece, e muito lhe sou grato por ainda compartilhar de sua companhia comigo.

Sem saber, por você, decidi mudar quem sou, minhas atitudes, pensamentos, e lutar contra fantasmas, situações, que me incomodam, talvez, durante toda minha vida.


Dessa forma lhe agradeço por tudo, mesmo que jamais veja esse post, ou a imagem que fiz em sua homenagem. E alem disso, por tudo que já senti, o quanto já conheço sobre você, posso afirmar, que te amo muito, e desejo que seja muito sua felicidade.

De um eterno amigo e admirador

Wendel aka Bersebah


Ademais deixo um abraço a todos, e me comprometo a comentar no blog de cada um mais tarde(agora o tempo está curto).
A minha querida "A" eu deixo também a musica do NickelBack, que sei que ela tanto gosta.



A imagem abaixo também é uma homenagem a minha querida mocinha.